quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Feliz Ano Novo!



Nós do Serelepe desejamos a todos os nossos ouvintes um ano novo bonito como um grito, contente como um pente, tranqüilo como um grilo... Um ano novo de muita música, brincadeiras e histórias - de novo!

Nos vemos em 2009!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Trovão treme terra



No próximo domingo, dia 21/12/2008, haverá um encontro musical com alguns grupos de BH que trabalham expressões da cultura popular brasileira: Trovão das Minas, Roda de Djembe, Roda de Côco, Tambor de crioula, Macumba Árvore Musical, além de DJs convidados. O encontro ocorrerá no galpão do Grupo Trampulim, no bairro Jardim América, a partir das 14h.

A entrada custa R$5,00 mais 1 kg de alimento não-perecível.

Para outras informações, clique na imagem acima.

Colaborou para este post: Nara Vargas.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Apresentações de final de ano em Córdoba - Argentina



Recebemos a notícia de que neste fim de semana estão se apresentando em Córdoba, na Argentina, dois grupos: Os Takitos e os MiniBeatles! Quem nos informou deste concerto de fim de ano foi o Julio Villarroel, nosso ouvinte lá daquelas bandas.
O grupo Takitos é coordenado pela professora Cecilia Mezzadra e faz parte das atividades da Fundación Takian Cay. No concerto de encerramento, eles se apresentaram no pátio da casa de um dos integrantes e a apresentação foi transmitida ao vivo pela Rádio Mafalda, coordenada pelo Julio e seu filho.

Hoje, domingo, dia 14/12/2008, se apresentou o grupo The mini BEATLES, integrado por Luciano McCartney (guitarra elétrica e voz), José Harrison (teclados e voz), Alejo Starr (bateria e voz), Mercedes Lennon (guitarra criolla e voz) e como "quinto Beatle", Alejandro Martin (voz). O gupo também foi transmitido pela Rádio Mafalda.

Imagens e arquivos de áudio estão disponíveis na página da Rádio: http://radiomafalda.org.ar/mafalda. Acessem! ela feita por crianças!

Julio, muchas gracias!

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Ong Corpo Cidadão se apresenta no Palácio das Artes



Consumidor loko, espetáculo da ong Corpo Cidadão, vinculada ao grupo de dança Corpo, está em cartaz no Palácio das Artes. A direção artística do espetáculo é de Fernando de Castro e parte das coreografias são assinadas pelo coreógrafo oficial do grupo Corpo, Rodrigo Pederneiras. As apresentações acontecem quinta e sexta-feira, dias 11 e 12/12/2008, às 20hs, no Grande Teatro do Palácio das Artes, localizado na Av. Afonso Pena, 1.537, Centro. A entrada custa apenas 1kg de alimento não-perecível.

Este ano, a ONG comemora a primeira década de atividades artístico-cultural-educativas, desenvolvidas na capital e região metropolitana com crianças e jovens em situação de risco.

No foyer do Palácio das Artes estarão expostos os trabalhos desenvolvidos pelas crianças e pelos jovens do Sambalelê, nas oficinas de artes visuais, com o tema do espetáculo.

Colaborou para este posto Sílvia Lima, ex-integrante do projeto Pandalelê e professora de música na ONG Corpo Cidadão.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Abertas as inscrições para a universidade Bituca!



Clique na imagem para visualizar as informações sobre as inscrições na universidade Bituca de música popular, localizada em Barbacena!

domingo, 7 de dezembro de 2008

Convite Show de lançamento CD Docemente



Show de lançamento do CD DOCEMENTE, da Associação Mineira de Proteção á Criança (AMPC), patrocinado pelo banco Itaú BBA. Quem toca é o grupo TuM Ka TuM, formado pelos arte-educadores da associação e pelos alunos.

A AMPC é uma instituição particular voltada para crianças carentes. Os meninos chegam à escola às 07:00 e ficam até às 16:00 horas, recebem 4 refições diárias, têm acesso a esportes, oficinas de artes, informática, música e teatro - e tudo isso, gratuitamente.


Colaborou para este post Érica Barbosa, arte-educadora nessa instituição.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Os números da vergonha

Por Rodrigo Nogueira, 04/12/2008.
Publicado no Site Viva Favela: www.vivafavela.com.br.

Anualmente dois milhões de crianças são vítimas de abuso e exploração sexual na América Latina e Caribe, segundo dados da Unicef e divulgada durante o III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que aconteceu no Rio de Janeiro no fim de novembro.

Segundo Nils Kastberg, diretor regional da entidade, a propagação desses crimes tem aumentado em vários países através da internet e a falta de informações específicas sobre o tema que só aumentam a vulnerabilidade em torno desses meninos e meninas.

“Apesar dos avanços registrados ao longo dos últimos anos por governos, ONGs e sociedade civil, as evidências indicam que esse crime está se alastrando por todo o mundo. A falta de informação sobre a situação, que afeta milhões de crianças e adolescentes, é um outro agravante pois apenas conhecendo a situação é que os países poderão planejar ações e definir orçamentos para colocar um fim ao problema”, apenas no Brasil são registrados cinco novos casos por dia através do Disque 100, que recebe denúncias de exploração sexual infanto-juvenil.

Para Carmen Madriñán, diretora executiva da organização internacional Ecpat, que trabalha para erradicar a prostituição e pornografia infantil, um dos principais desafios para se avançar no combate à exploração sexual infanto-juvenil no mundo é conseguir encaixar o tema dentro das agendas de vários países que ainda hoje não têm uma política específica para a questão.

“Existe um grande silêncio quando o assunto aborda a exploração sexual de crianças. Somente em 1996 conseguimos debater, de forma mais direta, com representantes de várias nações, mas muitos paises se negaram a participar”, afirma Carmen ao citar o primeiro congresso de combate a Exploração Sexual infanto-juvenil.

O terceiro congresso contou com três mil delegados além de representantes de 137 nações, sociedade civil e organismos internacionais para formalizarem uma agenda em conjunto que ficou conhecida como Plano de Ação do Rio, que formaliza uma série de normas legais e políticas públicas que deverão ser cumpridas pelos paises participantes.

Pela primeira vez, o evento contou com a participação efetiva de jovens e adolescentes de 96 paises, como Victoria Odhiambo, que veio do Quênia apresentar o trabalho que ela ajuda a desenvolver no seu país.

“A situação no Quênia é muito grave. Deixou de ser apenas turismo sexual e virou uma rede criminosa de pornografia digital muito grave em decorrência da pobreza que existe por lá. Muitas vezes, todos os membros de uma determinada comunidade têm uma participação no processo e isso dificulta ações de repressão da policia, pois ninguém quer denunciar”, afirma.

Segundo Victoria, a maioria dos jovens explorados não tem informações sobre doenças sexualmente transmissíveis e nem dos seus direitos ou a quem recorrer. Muitos se tornam agenciadores quando adultos criando um ciclo vicioso:

“Falar desse tema no meu país é muito perigoso. Tem muita gente envolvida e ganhando dinheiro em cima dessa exploração, mas as pessoas precisam se manifestar contra isso”.

No Brasil, um dos grandes entraves é a demora na punição dos crimes. Mesmo com leis mais severas para casos de pedofilia pela internet, sancionadas em decreto pelo Presidente Lula durante a abertura do congresso, a sensação de impunidade ainda é um grande problema em regiões menos desenvolvidas economicamente, como afirma a jovem Rosana França, que faz parte do Comitê Nacional de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes da região nordeste:

“Em alguns casos conseguimos que o agressor fosse denunciado pelo disque 100, mas nada aconteceu. Em outras situações, a pessoa respondia em liberdade ao processo e fez uma nova vítima pela demora na punição”.

Segundo Nils, é chegado o momento de todos unirem esforços para combater esses crimes: ”É hora da sociedade sentir vergonha dessas práticas. Continuar indiferente a elas significa que estamos aceitando a situação”.

Show de Natal em Ribeirão Preto

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Uma escola da Argentina




Recentemente, nós do Serelepe recebemos algumas canções e fotos de um ouvinte do lá da cidade de Córdoba, na Argentina - o José Laurentino. Ele é professor de música no Jardin Bichito Colorado, no Jardin Kumelen e no Jardin Garabato, e tem feito um trabalho bem interessante com seus alunos, que têm a oportunidade de, desde bem pequenos, compor e experimentar a música.

Em breve, em nosso programa, você poderá ouvir a faixa "Nubecita picarona", cantada pelos chiquitos argentinos.




Se você é professor, mande para nós uma experência legal desenvolvida na sua escola! Nós colocaremos aqui, em nosso blog.

José, muchas gracias!

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Festival Estudantil de Teatro em BH!



Está em cartaz, no Festival Estudantil de Teatro - o FETO -, a montagem Garatuja: Barba Azul e outras histórias, desenvolvida por alunos do Curso de Teatro da Escola de Belas Artes da UFMG. Trata-se de uma adaptação para crianças da história do Castelo do Barba Azul.

Reza a lenda que o Barba Azul tinha a barba azul porque havia feito um pacto com o Diabo. Ele vivia em um enorme casarão, que tinha 99 grandes portas, todas trancadas à chave. Porém, este casarão escondia um mistério: todas as esposas de Barba Azul desapareciam quando viam o quarto proibido. Até que um dia, a última esposa de Barba Azul conseguiu romper com esse trágico destino.

A trilha da peça foi extraída de vários trechos de compositores como György Ligeti, Judith Akoschky, Ernst Mahle, Béla Bártok e do grupo Toychestra.

A direção da montagem é do prof. Eugenio Tadeu e do aluno do Curso de Graduação em Teatro da EBA/UFMG Roberson Domingues.

Clique na imagem para visualizar as informações da próxima apresentação, que será no dia 13/11/2008, quinta-feira. E aguardem, no dia 06 de dezembro haverá uma apresentação no Centro Cultural da UFMG.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Shows bacanas no teatro Alterosa!

Acontece neste fim de semana dois ótimos shows para crianças: Hélio Ziskind e Trio Amaranto. O Hélio Ziskind é aquele compositor de muitas das trilhas dos programas infantis da TVE - como as do Castelo Rá Tim Bum, do Glub Gblub, do Cocoricó, dentre outros. Já o Amaranto é um grupo aqui de BH, formado por 3 belas irmãs, que cantam juntinhas e tocam muito bem!

Ambos tocam sempre no Serelepe, alguém aí já ouviu?

ESPETÁCULO INFANTIL
MÚSICA PARA CRIANÇAS
8 E 9 DE NOVEMBRO.
SÁBADO E DOMINGO, ÀS 16H30

Duração: 1h
Classificação Etária: Livre
Ingressos disponíveis para venda:
Na Bilheteria do Teatro que funciona de terça-feira a domingo, das 12h às 19h30

Preço:
R$ 10,00 (inteira)
R$ 5,00 (meia-entrada para estudantes, menores de 21 anos, maiores de 60 anos - categorias devidamente identificadas)

Assinantes do Jornal Estado de Minas possuem 20% de desconto no valor da inteira.

No segundo fim de semana do mês de novembro, uma rodada dupla do projeto Música para Crianças promete agitar o sábado e o domingo da meninada, tendo como capitães das brincadeiras, o compositor e cantor Hélio Ziskind (08 de novembro) e depois, o Trio Amaranto (09 de novembro).

PROGRAMAÇÃO:


Foto de Eduardo Barillari.

08 de novembro
Hélio Ziskind, que abre a maratona musical para os mirins, apresenta espetáculo cheio de recursos para atrair os infantes ao seu universo melódico e poético.

Um dos expoentes da chamada vanguarda paulistana e peça fundamental do Grupo Rumo, Helio Ziskind, cuja carreira começou em 1974, vem pesquisando e trabalhando para o público infantil desde 1984, quando, na TV Cultura, desenvolveu seus primeiros projetos como consultor musical e trilheiro, compondo para os programas "Glub-Glub", "X-Tudo", "Lá vem História" e "Rá-Tim-Bum". De lá para cá, realizou diversos projetos tendo os pequenos como foco.



09 de novembro
O Trio Amaranto ocupa o espaço para mostrar seu mais recente trabalho, o disco "Três Pontes", feito especialmente para a garotada.

Ao se embrenharem pelo universo infantil, Flávia, Marina e Lúcia Ferraz resgataram sons e brincadeiras de quando elas mesmas eram crianças, recolheram melodias diversas, da cantiga ao baião, passando pelo rock, e produziram, sob a batuta de Rodolfo Stroeter e com a participação de diversos músicos de renome, um espetáculo que busca atingir as crianças através da espontaneidade e da simplicidade.

http://www.alterosa.com.br/html/noticia_interna,id_sessao=37&id_noticia=10852/noticia_interna.shtml

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Serelepe no TVX



Hoje, dia 31/10/2008, o Serelepe participou do programa TVX, da TV Horizonte, que tem como apresentadores a Rúbia e o palhaço Popó. O programa é dedicado especialmente às crianças e já está no ar há vários anos.

Quem representou o grupo foi o integrante Gabriel Murilo, convidado especial, ao lado da professora e cantora Daniela Libânio. Além de falar um pouquinho sobre o nosso programa na Rádio UFMG Educativa, Gabriel falou também sobre o trabalho que estamos desenvolvendo com brincadeiras populares, cuja idéia tem raízes semelhantes àquelas que animaram o grupo Pandalelê. Gabriel lembrou também da nossa interlocução com o Movimento da Canção Infantil Latino-americana e Caribenha.

Gabriel fez todo mundo se divertir com as brincadeiras Fui à China e Chocolate. E nós nos divertimos com eles todos tentando colocar o nariz no chão, com uma música da Daniela Libânio!!!

O TVX vai ao ar diariamente, às 14h30, no canal TV Horizonte.

Para maiores informações sobre o programa, acessem o site da Rúbia: http://rubia.com.br/site. Ou entrem em contato com o TVX, pelo email: tvx@tvhorizonte.com.br.

O Serelepe agradece bastante o convite para o programa e promete comparecer com todos os integrantes em uma outra oportunidade!

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Contação de histórias no dia do livro!


Foto: Roberto de Freitas, contador de histórias. Ao lado, o violeiro Chico Lobo.

Ontem, dia 29/10, quarta-feira, foi o Dia Nacional do Livro. O Sempre um Papo preparou uma programação especial de comemoração, com o projeto "Ler Convivendo", que atua em oito bibliotecas comunitárias de Belo Horizonte, Ipatinga, Itaúna, Esmeraldas e Santa Luzia. Ontem, todas estiveram de portas abertas para o público, com uma programação especial: a visita do contador de histórias Roberto de Freitas.

Até sexta-feira, centenas de crianças e jovens são esperados para ler e ouvir histórias. Em novembro, as bibliotecas vão receber, ainda, a visita de escritores e personalidades, tais como Denise Fraga, Laurentino Gomes e Luis Giffoni. A programação completa está no site www.sempreumpapo.com.br

No programa Serelepe, durante o bloco De Cabo a Rabo, a gente escuta histórias contadas e cantadas por Roberto. Alguém se lembra do CD "No fundo da mata ouvi"?

Outras informações pelo email: noticias@sempreumpapo.com.br ou pelo site oficial: www.sempreumpapo.com.br.

A foto do contador de histórias Roberto de Freitas foi tirada do seu site: www.robertodefreitas.com.br.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

OFICINA DE MARACATU





Trovão das Minas convida:

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
OFICINA DE MARACATU
30/10 das 19h às 21h30

R. Professor Tavares Paes, 106, Bairro Jardim América (ônibus: 9202)
Info: 9184-8981 / 9113-1545
Contribuição: R$ 5,00

Divulguem!

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Quando os nossos tambores zoou
E a dama de paço girou

Meu estandarte brilhou

Porque sou Nação Nagô



Vem Nação Estrela Brilhante cantar

Bate forte os nossos tambores

Rufa a caixa, mineiro e ganzá

Joventina Erundina não deixa o tambor se calar

Joventina Erundina não deixa o tambor se calar

terça-feira, 28 de outubro de 2008

"Cuando los chicos hacen música"



Los invitamos al Segundo Encuentro Infantil: "Cuando los chicos hacen música"

La hermosa posibilidad de escuchar y disfrutar propuestas musicales realizadas por niños.

1 y 2 de noviembre - 16 hs.
Ciudad de las Artes -Córdoba -Argentina

Entrada sin cargo

--------------------------------------------------------------------------------
Participan: La Rimbombanda (San Marcos Sierra) - Orquesta Infantil de Maymará (Jujuy) Conservatorio Prov. de Música Felix T. Garzon - Orquesta de la escuela Shinichi Suzuky - Collegium - Coro del Colegio Taborin - Instituto de Música El Nuevo Puente - Conjunto de guitarras Suzuky de Unquillo- Escuela Municipal Dr. Juan B. Justo -Coro de La escuela de Musica de Sierras Chicas (Unquillo)
--------------------------------------------------------------------------------

Auspician: Momusi - Fladem - Huggies
Organizan: Me extraña araña - AM 750 - Radio Nacional Córdoba
Emprendimientos para chicos-Área de Teatro de Cultura de la Provincia
Adjuntamos el programa de los grupos participantes.

Informações enviadas por Coqui Dutto, do programa Me extraña Araña, da Argentina. contato: coquidutto@yahoo.com.ar.

sábado, 25 de outubro de 2008

Professores da Rede Municipal de Ensino promovem seminário sobre novas tecnologias



Estão abertas as inscrições para o I Seminário da Rede.lê – As Novas Tecnologias na Escola. A participação no seminário é gratuita e as inscrições para professores da Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte estão abertas no site www.intranetdaeduca cao.gov.br. Os demais interessados devem entrar em contato pelo e-mail seminario.redele@ gmail.com para solicitar inscrição. As vagas são limitadas.

O seminário será realizado de 3 a 5 de novembro nas Escolas Municipais Artur Versiani Velloso e Caio Líbano Soares, localizadas na Rua Carangola, 288 – Santo Antônio. O evento é uma realização do grupo de pesquisa da UFMG Centro de Convergência de Novas Mídias (CCNM) e da Secretaria Municipal de Educação (Smed – PBH). Durante o seminário, as discussões serão feitas em torno de quatro grupos de trabalho: O Professor e as Novas Tecnologias de Informação e Comunicação; O Laboratório de Informática na Escola; As Novas Tecnologias de Informação e Comunicação como Recursos Pedagógicos; Projetos Colaborativos.

A iniciativa de organização do seminário partiu dos professores da Rede Municipal de Ensino que são coordenadores do Projeto Rede de Inclusão e Letramento Digital (Rede.lê) em nove escolas municipais. A Rede.lê é um dos projetos desenvolvidos pelo CCNM. A experiência adquirida a partir da parceria com o Projeto Rede.lê, que culminou na Ação Cartografias nas Escolas, forneceu bases para a criação dos grupos de trabalho.

O objetivo do seminário é discutir a inserção das novas tecnologias no contexto escolar sob diferentes aspectos e trocar experiências com outros professores da Rede Municipal de Ensino, além de colocar em pauta questões importantes para a proposição de políticas públicas de inclusão digital na educação.

Rede. lê e Ação Cartografias

A Rede de Inclusão e Letramento Digital (Rede.Lê) é um projeto que promove o intercâmbio de culturas, via Internet, entre diversas localidades, situadas em Belo Horizonte e interior de Minas Gerais. Além de diferentes comunidades, nove escolas da Rede Municipal de Educação integram a Rede.lê. A proposta do projeto é estimular o desenvolvimento de ações já existentes e incentivar a criação de novos projetos, fazendo com que o uso das novas tecnologias de informação e comunicação não se restrinja à alfabetização digital, e se torne instrumento de cidadania.

Desde abril de 2007, o CCNM vem implementando nas nove escolas integrantes da Rede.lê a Ação Cartografias nas Escolas, que propõe uma apropriação crítica e reflexiva das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação – NTIC's no contexto escolar, a partir do registro e reconhecimento dos bairros das escolas. A proposta é trabalhar as NTIC's a partir de seu potencial pedagógico, de forma integrada ao conteúdo curricular.

As escolas municipais integrantes da Rede.lê que participam desse trabalho são Agenor Alves de Carvalho (Regional Nordeste), Anne Frank (Pampulha), Aurélio Buarque de Holanda (Barreiro), Ignácio de Andrade Melo (Noroeste), Francisca de Paula (Oeste), Hélio Pellegrino, (Norte), Professor Moacyr Andrade (Venda Nova), Israel Pinheiro e Paulo Mendes Campos (Leste).


Programação:

03/11/08 (Segunda-feira)
19:00 às 20:30 – Auditório E.M. Arthur Versiani Velloso (4º andar) – Abertura do I Seminário da Rede.lê
20:30 – Coquetel

04/11/08 (Terça-feira)
08:00 às 09:00 – Credenciamento
09:00 às 12:00 – Salas E. M. Caio Líbano Soares (5º andar) – Grupos de Trabalho
12:00 à 13:30 – Intervalo para Almoço
13:30 às 17:00 – Auditório E.M. Arthur Versiani Velloso (4º andar) – Palestra

05/11/08 (Quarta-feira)
9:00 às 12:00 – Salas E. M. Caio Líbano Soares (5º andar) – Grupos de Trabalho
12:00 à 13:30 – Intervalo para Almoço
13:30 às 17h – Auditório E.M. Arthur Versiani Velloso (4º andar) – Apresentação dos trabalho dos grupos e Encerramento

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Programa de domingo!



Neste domingo, dia 26/10/2008, entre 15h e 17h, a artista Anna Göbel comemora no Ziriguidun seus lançamentos de 2008: dois novos livros infantis (texto e ilustração), seu site www.ziriguidun.com.br/annagobel e a recriação do filme animado "O Maluco do Céu".

Artista plástica, ilustradora, autora de livros infantis, professora e produtora cultural, Anna Göbel gosta de mover-se em âmbitos culturais diversos. Nascida na Espanha, criou-se entre Alemanha e Argentina, viajando desde criança por muitos paises do mundo. Mora no Brasil desde 1995. Formou-se na Universidade de Belas Artes em Buenos Aires com especialidade em gravura e desenho. Já publicou sete livros autorais, todos infantis. Além de ganhar prêmios obteve uma bolsa de estudos na Alemanha, na Biblioteca Internacional de Literatura Infanto-Juvenil "Schloß Blutenburg". Nesse ano, Anna retoma também sua atividade pedagógica, onde trabalha até hoje com crianças de 6 à 10 anos na Escola Waldorf Pólen, de Nova Lima. Desde 2004 dirige, com o seu marido, o Ziriguidun casa de dança e cultura, promovendo eventos semanalmente (normamente dedicados ao público adulto).

Programação 26/10/2008:
15h - Palhaço Figurinha
16h30 – Apresentação do Filme (Duração:20 min).
Entrada franca!


Email: annagobel@ziriguidun.com.br

O Ziriguidun fica à Av. Presidente Carlos Luz (também conhecida por Catalão), 470, Bairro Caiçara/BH.

Telefones de contato: (31)8814-1523/ 8814-1525.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Seleção para Coral Infanto-Juvenil




Estão abertas as inscrições para o processo de seleção do Coral Infanto-Juvenil da Fundação Clóvis Salgado. O período de inscrição para o processo de seleção do Coral vai de 8 a 24 de outubro, de 9h às 11h30, e de 13h30 às 18h.

Todos os atos de inscrição, seleção, entrevistas e matrícula serão realizados no seguinte endereço: Secretaria de Cursos do CEFAR, na Av. Afonso Pena,1537, Centro - Palácio das Artes, Belo Horizonte – MG. Mais informações: 3236-7308 e 3236-7307.

Para quem nunca ouviu o coral, sugerimos a escuta do CD Villa-Lobos e os Brinquedos de Roda, lançado em 2003, em BH. No cd, o grupo canta arranjos de Villa-Lobos para músicas tradicionais, só que adaptadas para o Grupo de Percussão da Escola de Música da UFMG. A direção musical é de Fernando Rocha. (Veja a ilustração).

Ou então, escute o Serelepe! De vez em quando a gente toca músicas deste CD! Inclusive, a nossa atual vinheta de abertura foi tirada deste cd. Esperamos que todos gostem.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Simpósio de Educação Musical em BH!




Acontece, no período de 10 a 14 de novembro de 2008, o I Simpósio Internacional de Educação Musical, realizado pela Escola de Música da UFMG. O evento tem como objetivo proporcionar a profissionais e estudantes uma atualização conceitual, metodológica e científica com relação à obra de Keith Swanwick, considerado "o maior expoente da educação musical na atualidade". Professor Emérito da Universidade de Londres, foi o primeiro professor titular de educação musical da Europa. Músico com formação pela Royal Academy of Music (Inglaterra), estudou trombone, piano, órgão, composição e regência. Foi editor do British Journal of Music Education, com John Paynter. Autor dos livros Ensinando Música Musicalmente e Musical Knowledge, e da Teoria Espiral de Desenvolvimento Musical e do Modelo C(L)A(S)P.

Mais informações nos sites: www.musica.ufmg.br/swanwicknobrasil e www.ceciliacavalierifranca.com.br.

Local do evento: Escola de Música - UFMG. Avenida Antônio Carlos, 6627. Pampulha - Belo Horizonte - MG.

Observação: O Grupo Serelepe vai se apresentar no evento, numa rápida participação na programação musical do dia 15/09/2008, às 9hs. Nessa oportunidade, tocaremos "Cadeira de Balanço", música do serelepe Gabriel Murilo.

Amaranto em turnê por MG!



O trio Amaranto, composto pelas irmãs Lúcia, Marina e Flávia Ferraz - todas de Belo Horizonte - faz turnê do CD Três Pontes, dedicado ao público infantil. A "Turnê Três Pontes 2008" vai de 25 de outubro a 8 de novembro e tem o apoio do Instituto Algar e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

As cidades visitadas serão Uberaba (25/10); Patos de Minas (26/10; Ituiutaba (31/10); Uberlândia (01/11); Nova Serrana (07/11); Pará de Minas (08/11) - todas no interior de Minas Gerais. Além dos shows, a turnê inclui a realização de oficinas de música para crianças de escolas públicas das cidades visitadas.

Para quem nunca ouviu o trio, trata-se de um grupo já bastante conhecido em BH, sobretudo pelos sofisticados arranjos vocais que elas fazem para suas canções. No início, o trio tinha o nome Rosa dos Ventos, mas logo virou Amaranto. Elas já têm 4 Cds já gravados (Retratos da Vida, Aos olhos de Guignard, Brasilêro e Três pontes) e participaram de vários outros. Recentemente estiveram em turnê pelos EUA.

Quem escuta o Serelepe vira e mexe ouve um pouquinho do Amaranto. Alguém se lembra da música "Ornitorrinco"? E da música "Três Pontes", que dá nome ao disco?

Outros detalhes da turnê (como datas, locais e horários das atividades) no endereço eletrônico: www.turnetrespontes.com.br. O site oficial do grupo é: www.amaranto.com.br. Vale a pena conferir, sobretudo este último, pois além de podermos ouvir algumas das músicas do grupo, o site é cheio de animações e ilustrações bacanas. Confiram!

domingo, 19 de outubro de 2008

Cinema para as mamães!




Ocorreu ontem, no dia 18/10/2008, o início de um projeto bem legal do Cinema Humberto Mauro: sessões dedicadas às mães que têm bebês de colo! A SESSÃO BEBÊ contou com condições bastante especiais para atender o público: preço reduzido (R$2,00), luzes do piso acesas durante todo o programa, para guiar a mamãe que precisar se ausentar da sala antes do término da sessão, volume do som mais baixo e ar-condicionado mais suave. Elas poderão aproveitar também o fraldário recém-inaugurado do Palácio das Artes.

Mas é claro que a sessão também contemplou os papais de plantão!

O filme que abriu a Sessão Bebê foi "Quanto Mais Quente Melhor", comédia clássica de Billy Wilder. Estrelado por Marilyn Monroe, a história do filme se passa em 1939, quando Joe e Jerry, dois músicos desempregados, testemunham sem querer o cruel Massacre do Dia de São Valentim. Desesperados para não serem pegos pelos gângsters, eles se disfarçam de mulheres e entram para um grupo feminino musical, que está indo para Miami fazer shows. Joe se apaixona por Sugar, a garota problema do grupo, enquanto um milionário se apaixona pelo disfarce de Jerry, tudo isso em meio a uma convenção de criminosos, que também está acontecendo em Miami.

Esperamos que este projeto continue na Sala Humberto Mauro!

O cinema fica no Palácio das Artes: Avenida Afonso Pena 1.537, Centro. Tel: (31) 3236-7400. Informações: http://www.palaciodasartes.com.br/agenda/detalhes.aspx?IdAgenda=731.

Oficina de circo para crianças no Centro Cultural



Ontem, dia 18/10/2008, o Centro Cultural da UFMG realizou mais um encontro do projeto "A Criança no Centro Cultural", com a oficina "Vamos Brincar de Circo". A oficina foi ministrada por Poliana Nascentes e Renata Corrêa, alunas do curso de graduação em Teatro da UFMG, a partir das 15hs. No próximo dia 25, vai haver oficina de teatro.

A participação nessas oficinas é sempre gratuita e as inscrições são feitas no dia do evento.

De acordo com o site oficial do Centro Cultural (ó, rimou!):

"A proposta do projeto A CRIANÇA NO CENTRO CULTURAL é ser uma escola informal, para crianças e adolescentes, baseada em experiências, atividades e na apreciação de bens culturais e artísticos de qualidade. Este projeto faz parte do Programa CULTURA NA CIDADE, e tem como objetivo último proporcionar lazer com caráter educativo e de resgate de valores humanistas; se vincula ao projeto comunitário da Universidade, buscando criar uma opção para pais, educadores, parentes e para as crianças e adolescentes propriamente ditos."

Parece interessante, não?

Outras informações podem ser obtidas no site: http://www.ufmg.br/centrocultural.

Imagem extraída do site: http://bluehusky.nireblog.com/blogs1/bluehusky/files/circo.jpg. Acesso em 19/10/2008.

domingo, 5 de outubro de 2008

Mês das crianças no Palácio das Artes





Em comemoração ao mês das crianças, a Fundação Clóvis Salgado vai promover, durante o mês de outubro, um evento inédito com atrações de alto nível e a preços acessíveis. Em sua primeira edição, o Festival da Criança apresentará a Cia. de Dança Palácio das Artes e a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais em interpretações de grandes clássicos da dança e da música. O Festival é uma maneira de a FCS presentear as crianças que vierem ao Palácio das Artes com algo muito especial: arte e cultura. Para todas as apresentações, os ingressos serão vendidos a R$ 1,00.


Sonho de uma noite de verão (fragmentos amorosos)
Cia de Dança Palácio das Artes
Data: 1 e 2 de outubro

Pedro e o Lobo
Orquestra Sinfônica de Minas Gerais
Data: 1 a 4 e 8 a 10 de outubro

Concerto Orquestra Sinfônica de Minas Gerais
Datas: 22, 23, 24, 26, 29, 30 e 31 de outubro


Maiores informações osbre os eventos no site: http://www.palaciodasartes.com.br

Texto extraído integralmente do site do Palácio das Artes. Último acesso em 05/10/2008.

domingo, 28 de setembro de 2008

A BARCA em BH!



Aconteceu entre 25 e 27 de setembro de 2008 uma série de eventos que envolveram o grupo paulista A Barca. O grupo - já conhecido dos nossos ouvintes - desenvolve um belo trabalho com a música tradicional brasileira. Autores dos Cds Turista aprendiz e Baião de Princesas, além do DVD triplo Trilha, Toada e Trupé, o grupo vem percorrendo várias cidades do país pesquisando e divulgando a cultura popular.

Em BH, o grupo exibiu o documentário Turista Aprendiz no dia 25/09, às 19h, no Centro Cultural São Bernardo (R. Edna Quintel, 320, bairro São Bernardo). No dia 26/09, minitraram a oficina Roda de Música/ Música de roda, no Centro de Cultura da Lagoa do Nado (Rua Desembargador Lincoln Prates, 240, Itapoã, entre 19h e 22h. Por fim, no dia 27/09, fizeram o show intitulado Trilha, às 20h.

A Barca é formado por André Magalhães (percussão), Ari Colares (percussão), Chico Saraiva (violão), Juçara Marçal (voz), Lincoln Antonio (piano), Marcelo Pretto (voz), Renata Amaral (baixo), Sandra Ximenez (voz) e Thomas Rohrer (rabeca e saxofone). Excelentes músicos!

Outras informações no site do grupo www.barca.com.br e também no www.myspace.com/204416717.

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Show do Catibiribão, em BH!



Acontece no próximo dia 13/09, o show Catibiribão - baú de músicas e brincadeiras. O evento serve de abertura para o projeto Música para crianças, que começa neste mês, no teatro Alterosa. Uma vez por mês, o teatro vai abrigar um bom espetáculo dedicado ao público infantil.

O Catibiribão é um projeto é liderado pela educadora e musicista Sílvia Negrão. Vira e mexe tocamos músicas da Sílvia em nosso programa, fique ligado!

No show, o público vai conferir cantigas, parlendas, ditos e brincadeiras de roda próprias das regiões Norte e Nordeste do país.


Para o mês de novembro, estão previstas apresentações do grupo Amaranto e Hélio Ziskind. Imperdível!

Os ingressos para o show estão disponíveis na bilheteria do Teatro Alterosa. Horário de funcionamento: Terça-feira a domingo, das 12h às 19h30. A inteira custa R$ 10,00. O teatro fica à Rua Assis Chateaubriand, quase na esquina com Francisco Sales.

Outras informações no site: http://www.alterosa.com.br/html/caderno_teatroalterosa/caderno_teatroalterosa.shtml

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Dona Maria ensina o seu batuque



No início do próximo mês, Dona Maria do Batuque (São Romão - MG) estará em Belo Horizonte compartilhando com o público o seu batuque e sua música. Seu nome é Maria C. G. Moura, tem 77 anos e sustenta a tradição da festa do batuque em São Romão há cerca de 70 anos.

O batuque é uma tradição musical secular surgida das rodas de danças africanas que deu origem ao samba. Também fazem parte desta manifestação os tocadores de roncador (instrumento de origem africana, parecido coma cuíca) e caixa. Mulheres cantam e dançam.

O grupo de Dona Maria tem 16 integrantes, que incluem crianças e velhos, e é exclusivamente negro. As músicas retratam fatos e costumes atuais de São Romão, aspectos naturais da região e fatos e costumes do passado.

No dia 03 de setembro, quarta-feira, no Teatro da Biblioteca Luis Bessa (Praça da Liberdade), a partir das 20h30, ela vai lançar o seu livro-CD. O evento faz parte da programação do Projeto Stereoteca.

Já nos dias 06 e 07 de setembro ela estará se apresentando no Festival de Culturas Populares da cidade de Jequitibá.

Mas ela não para por aí. Nos dias 09 e 10 de setembro, ela dará uma oficina de Batuque na sede do Encaixa Couro, grupo que já há bons anos vêm pesquisando danças, músicas e brincadeiras populares. Por fim, no período de 10 a 12 do mesmo mês, Dona Maria particapará do Encontro Vozes de Mestres, no Parque Lagoa do Nado (região da Pampulha, bem perto da Av. Pedro I).

Para mais informações, entre em contato com o Encaixa Couro: Rua Nossa Senhora D'Ajuda,85. Bairro Horto - BH/MG. Email: encaixacouro@gmail.com.

Sobre o projeto Stereoteca: http://www.stereoteca.com.br/pages/programacao.php?show=17#. Preços populares!!!

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Júlio Brum con Los Pájaros Pintados faz show em Buenos Aires



Nesta imagem, um pequeno texto escrito pelo argentino Marco Vilches, no Suplemento Literário de Trelew (região da patagônia argentina), na seção intitulada "Brinco", sobre os shows que o grupo uruguaio Júlio Brum con Los Pájaros PIntados fará por lá.

Em breve, quem fará apresentações por aquelas bandas é a Cia. Tempo de Brincar. Entre 10 e 17 de novembro, a dupla mais colorida do Brasil vai se apresentar num ciclo de shows realizados pelo Movimento da Múscia Infantil (MOMUSI), em Buenos Aires, e mais tarde, no Ciclo de Melodías de Café, em Trelew.


Colaborou para este post Marco Vilches.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Oficina de Imagens recebe diploma de honra ao mérito

Belo Horizonte, 20 de agosto de 2008


Homenagem acontece nesta quinta-feira, 21, na Câmara Municipal de Belo Horizonte;
Durante a solenidade será apresentada campanha em comemoração aos 18 anos do ECA;
Em 2008, instituição comemora 10 anos de atuação.

A Oficina de Imagens - Comunicação Educação receberá nesta quinta-feira, 21, o Diploma de Honra ao Mérito, concedido pela Câmara Municipal de Belo Horizonte. A solenidade representa o reconhecimento do trabalho que a instituição realiza nas áreas da comunicação, educação e defesa dos direitos humanos, especialmente de crianças e adolescentes. A indicação partiu da vereadora Neila Batista.

Na ocasião, a Oficina irá apresentar a campanha alusiva aos 18 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, que consiste em um cartaz, um comercial de TV e um spot para o rádio, ambos com 30 segundos de duração. O material foi produzido em parceria com a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República e distribuído para todos os estados brasileiros. A campanha pode ser acessada na internet, pelo link: www.redeandibrasil.org.br/eca/campanha

Trajetória
A Oficina de Imagens comemora neste ano seu 10º aniversário. Por isso, o reconhecimento acontece em um momento bastante especial para a instituição. Atualmente, 36 pessoas trabalham na execução de projetos sociais que articulam comunicação, mobilização e participação para a promoção dos direitos humanos. Dentre os diversos públicos beneficiados pelas ações da Oficina estão educadores, adolescentes, jovens, comunicadores e conselheiros de políticas públicas.

Outra característica marcante é o envolvimento da organização com o movimento social, por meio da participação em articulações de nível nacional, estadual e municipal. Nesse sentido, merece destaque a atuação na Rede ANDI Brasil - Comunicadores pelos Direitos da Criança e do Adolescente e na Rede CEP - Comunicação, Educação e Participação. Em Minas Gerais, a Oficina participa da Frente de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e do Fórum Estadual de Combate ao Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador (Fectipa), dentre outras redes.

Parceiros em 2008
ANDI (Agência de Notícias dos Direitos da Infância), Associação Brasileira de Magistrados, Promotores de Justiça e Defensores Públicos (ABMP), British Telecom, Emive, Fundação Avina, Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), Fundação Vale, Fundação Nestlé, Gráfica e Editora O Lutador, Gerdau, Itaú Social, Instituto Ágora, Instituto Caliandra, Instituto Vivo, OI Futuro, Petrobras, Pontos de Cultura de Sabará e de Diamantina, TIM.

Secretaria de Estado de Defesa Social, Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH), Secretaria Municipal de Educação de Diamantina, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDESE), Fundo Estadual e Cultura, Fundo Municipal de Cultura.
Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente, nos níveis nacional, estadual e nos municípios de Belo Horizonte e Diamantina.

SERVIÇO
O quê: solenidade de entrega do Diploma de Honra ao Mérito à Oficina de Imagens
Quando: quinta-feira, 21, às 9h30
Onde: Câmara Municipal de Belo Horizonte - Avenida dos Andradas, 3.100.

INFORMAÇÕES
Oficina de Imagens
Eliziane Lara / Carolina Silveira
(31) 3482-0217 / 8428-9723 / 9226-3249

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Exposição de livros de Ângela Lago



O Projeto Mostras BDMG 2008 apresenta, entre os dias 11 e 21 de agosto, no Espaço Mari’Stella Tristão, do Palácio das Artes, a exposição de alguns dos livros de Ângela Lago. Intitulada "O Livro de Angela", a exposição reúne imagens e textos da obra de Ângela, que dedica seu trabalho ao público infatil.

Angela Lago é mineira de Belo Horizonte e possui mais de 40 títulos publicados desde 1980, pelos quais já recebeu os mais importantes prêmios literários brasileiros. Entre eles, seis prêmios Jabuti, o mais importante do setor editorial.

Entre os livros expostos (que podem ser lidos pelos visitantes), você encontrará o livro O fio do riso, considerado pela Cristiane Lima, do Serelepe, um dos livros mais importantes de sua infância!

A exposição está muito interessante, para crianças e adultos.

Serviço:
Evento: O Livro de Angela
Data: 11 a 21 de agosto
Horário: Segunda, de 18h às 21h. Terça a sábado, de 9h30 às 21h. Domingo, de 16h às 21h
Local: Espaço Mari'Stella Tristão
Entrada franca.
Balcão de Informações: (31) 3236-7400


Publicações de livros no Brasil:
(Livros com texto e ilustrações da autora)


O fio do riso, Editora Vigília, Belo Horizonte, 1980
Sangue de barata, Editora Vigília, Belo Horizonte, 1980
Uni duni e tê, Editora Comunicação, Belo Horizonte, 1982
Outra vez, Editora Miguilim, Belo Horizonte, 1984.
Chiquita Bacana e as outras pequetitas, Editora Lê, Belo Horizonte, 1986
Sua Alteza a Divinha, Editora RHJ, Belo Horizonte, 1990
O cântico dos cânticos, Editora Paulinas, São Paulo, 1992
De morte, Editora RHJ, Belo Horizonte, 1992
Coleção Folclore de Casa, Editora RHJ, Belo Horizonte, 1993
Charadas Macabras, Editora Formato, Belo Horizonte 1994
Cena de Rua, Editora RHJ, Belo Horizonte, 1994
Tampinha, Editora Moderna, São Paulo, 1994
A festa no céu, Editora Melhoramentos, São Paulo, 1995
O personagem encalhado, Editora Lê, Belo Horizonte, 1995
Pedacinho de Pessoa, Editora RHJ, Belo Horizonte, 1996
Uma palavra só, Editora Moderna, São Paulo, 1996
Um ano novo danado de bom, Editora Moderna, São Paulo, 1997
A novela da panela, Editora Moderna, São Paulo, 1999
ABC Doido, Editora Melhoramentos, São Paulo, 1999
Indo não sei aonde buscar não sei o quê, Editora RHJ, Belo Horizonte, 2000
Sete histórias pra sacudir o esqueleto, Companhia das Letrinhas, São Paulo, 2002
A banguelinha, Editora Moderna, São Paulo, 2002
Muito capeta, Companhia das Letrinhas, São Paulo, 2004
A raça perfeita, Angela-Lago e Gisele Lotufo, Editora Projeto, Rio Grande do Sul, 2004
A casa da onça e do bode, Editora Rocco, Rio de Janeiro, 2005
A flauta do tatu, Editora Rocco, Rio de Janeiro, 2005
O bicho folharal, Editora Rocco, Rio de Janeiro, 2005
Jo�o felizardo, o rei dos neg�cios, Cosac-Naif, São Paulo, 2006
Um livro de horas, Editora Scipione, S�o Paulo, 2008
AEIOU, Angela-Lago e Zo� Rios, Editora RHJ, Belo Horizonte, 2008

O site oficial da escritora é: http://www.angela-lago.com.br.
Outras informações sobre a exposição no site: http://www.palaciodasartes.com.br.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Acontece em BH


FOTO: Leonardo Lara

Zeropéia
Com Marina Machado, Regina Souza e Maurício Tizumba
30 de julho a 03 de agosto
Quarta a domingo, às 16h30
Classificação: livre
Duração: 1h10


O espetáculo foi concebido baseado nas histórias “A Zeropéia”, “A Centopéia que pensava” e “A Centopéia que sonhava”, de Herbert de Souza, o Betinho. A montagem contou com a direção da produtora, atriz e cineasta Carla Camurati, que atuou na primeira fase do trabalho e, dando seqüência à montagem, a produtora e atriz Paula Manata (do grupo Armatrux) assumiu a direção do show.

Regina Souza – adaptação e roteiro - conta que o livro “A Zeropéia” “tem uma linguagem simples, direta e traz uma mensagem muito bacana. É um texto leve, feito especialmente para as crianças”. Ela diz que tem a “impressão de que o Betinho escreveu tudo já imaginando cada cena, pois o texto é muito cênico”. Regina explica ainda que, pelo fato de a Burlantins ser uma companhia de atores-cantores, eles resolveram fazer o espetáculo na forma de show.

A trilha foi composta por Vander Lee, Flávio Henrique, Chico Amaral, Affonsinho, Jonh Ulhoa e Mauricio Tizumba. Sensibilizados e entusiasmados com a proposta da montagem de mais um espetáculo da Burlantins, os compositores aceitaram o desafio de ampliar o repertório, dessa vez, com músicas baseadas nos personagens que têm, como protagonista, a simpática Zeropéia. O resultado é um repertório de 14 músicas, sendo cinco inéditas.

O personagem

O livro escrito pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, é parte integrante de uma série de quatro pequenos livros escritos por ele, em que a personagem principal é uma simpática Centopéia.

Dona Centopéia caminhava com suas 100 patinhas pela floresta, quando encontrou uma barata. Ágil e esperta, a barata ficou assustada com a grande quantidade de patas da Centopéia. Outros bichos e outros problemas surgirão no caminho de Dona Centopéia. Mas a solução ela terá de encontrar dentro de si mesma. Este foi o caminho que Betinho encontrou para mostrar para as crianças que precisamos, antes de tudo, gostar de nós mesmos. Respeitar as opiniões diferentes não significa abandonar nossas próprias idéias.

>>>>>>>>>>>>>>>



FOTO: Leonardo Lara

Opereta – O Homem que Sabia Português
31 de julho a 03 de agosto
Quinta a sábado, às 21h.
Domingo, às 20h
Classificação: Livre
Duração: 50min


Com direção de Chico Pelúcio e música e libreto de Tim Rescala, a peça discorre sobre a história de Barreto (Maurício Tizumba), um dedicado mestre de português, tímido, quarentão e solteirão, que finalmente decide se casar. É então que ele coloca um anúncio no jornal para conseguir uma companheira. Por um acaso do destino, Cráudia (Marina Machado), uma doméstica à procura de emprego, engana-se de endereço e bate à porta do professor que se encanta por ela. Os dois conversam distraidamente, sem perceber que falam de assuntos diferentes: ela do emprego e ele do casamento. A confusão aumenta quando aparece Lígia (Regina Spósito), candidata a boa esposa, moça fina, culta e educada, que atende a todos os pré-requisitos do professor. Mas Lígia só tem um probleminha: é desbocada. Nas entrelinhas, surge Inácio (também interpretado por Maurício Tizumba), o mais querido e popular do bairro, que confunde Lígia com a empregada e se apaixona por ela.

A partir daí, a trupe dá continuidade a narrativa de uma forma envolvente e sedutora, mesclando música e interpretação, ao apresentar músicas líricas e populares, conservando o estilo dos operetas de rua. O espetáculo segue com muita leveza e comicidade, expondo as diferenças sociais e culturais, que acabam por desaparecer diante da força arrebatadora do amor, contata a partir do clássico e o popular.


A Companhia

Música e teatro na rua. Esta foi a idéia inicial para a criação da Cia. Burlantins, de Belo Horizonte. Fundada em 1996, ela é dirigida pelos seus artistas-cantores-compositores Regina Souza, Maurício Tizumba e Marina Machado.

A Cia. Burlantins é um dos grupos mais respeitados no cenário artístico nacional. Vem desenvolvendo ao longo dos anos uma pesquisa em torno da integração da música junto ao teatro e a dança, sempre com apresentações de rua. Paralelamente, seus fundadores desenvolvem carreiras solo na música, com amplo reconhecimento de público e crítica.

Venda de ingressos:

POSTO DO SINPARC: (Mercado das Flores - Avenida Afonso Pena com Rua da Bahia). Funcionamento de quarta a sábado, das 12h às 18h. Domingos e feriados, das 10h às 17h.
BILHETERIA DO TEATRO ALTEROSA: a partir de 17 de julho, quinta-feira. Telefone: 3237-6611

Preço Promocional:
R$ 10 (para todas as categorias)

Todo o conteúdo deste post foi extraído do site do Teatro Alterosa: http://www.alterosa.com.br/html/caderno_teatroalterosa/caderno_teatroalterosa.shtml
Acesso em 01/08/2008.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Recado para o Serelepe

Oi, Gabriel! Tudo bem?

Coisa mais linda o programa de vocês!

Dá para sentir que cada gotinha dele é pesquisada, o tempo das músicas, das histórias, os comentários, até as propagandas! Adorei muito! Não tem nada de infantilóide. É infantil e desperta tudo de bom, criatividade, percepção, misturando Noel Rosa com Palavra Cantada e as canções em espanhol que não se limitam ao "De mala e cuia". Eu ouvi o programa de domingo quando começou o "De cabo a rabo". Amei a última parte "Balaio de Gato" falando e cantando o tempo, tão relativo, tão particular e tão coletivo. Enfim, ganharam mais uma fã- divulgadora!

Abraço e ótimas férias,
Mayla Santos.


Mayla, nós do Serelepe ficamos bem contentes com seu email. Esperamos que você continue nos ouvindo e espalhando nossa frequência por aí! Valeu!

Aconteceu em BH na Fundação de Educação Artística




Aconteceu neste último fim de semana mais um evento dedicado às crianças. No sábado, dia 26/07/2008, apresentou-se na Fundação de Educação Artística o grupo ZIRIGUIBUM e, no domingo, dia 27, foi a vez do DUO RODAPIÃO. O Ziriguibum é formado por Denise Ursine, Cristina Brasil, Ricardo Ulpiano e Odilon dos Santos. Já o Rodapião é formado por Miguel Queiroz e o serelepe Eugênio Tadeu.

domingo, 6 de julho de 2008

Coqui Dutto lança seu segundo CD





Coqui Dutto

presenta su segundo CD

de cuentos musicalizados para niños y niñas

'Las canciones del lobo'

Historias contadas y cantadas



junto al titiritero Carlos Piñero,

al músico Mario 'Bruja' Rodrìguez

y a las artistas plásticas Sonia Neufeld y Cristina Gallardo



En la 1a Feria del Libro Infantil Córdoba 2008



lunes 7 de julio, 17 hs.

Sala de la Capilla

del Paso del Buen Pastor



"Las canciones del lobo" es la segunda propuesta de una colección dirigida por la artista cordobesa Coqui Dutto, e inaugurada con el CD Claroquesí en el año 2000.

En este nuevo proyecto, Coqui se encargó de las adaptaciones de los cuentos, las narraciones, las voces, algunas instrumentaciones y la producciòn artística. Se trata de un disco de dieciséis tracks que incluyen canciones y cuentos cantados y contados por Coqui y "Romualdo", el personaje encarnado por Carlos Piñero (del Grupo "El Chon Chon"). Algunas de las obras son: "Las canciones del lobo" (de Boris Zácoder); "Cuento que cabe en el nido de un pájaro sirirì" (de Edith Vera); y la fábula popular "Cuento de la gallinita y el grano de trigo".

Una participación fundamental fue la de Mario "La Bruja" Rodrìguez, a cargo de la la composición, arreglos, sonorizaciones y ejecución de piano, flautas y accesorios.

Al elenco de voces y actuaciones se sumaron tambièn: Laura Gallo, Julieta Vittore Dutto, Marisa Volpiano y Franco Vittore Dutto.

Dirigido a niños y niñas de entre 2 y 6 años, el diseño gráfico fue concebido en un formato de pequeño libro anillado, con veinticuatro páginas en las que pueden encontrarse los textos y hasta un espacio donde destinatarios y destinatarias pueden dibujar los personajes de los cuentos.

La presentación tendrá lugar el lunes 5 de julio, a las 17 hs. en la 1ª Feria del Libro Infantil Córdoba 2008, en la Sala de la Capilla del Paseo del Buen Pastor, con entrada libre y gratuita.

Susana "Coqui" Dutto

Es música, docente y comunicadora. Se ha desempeñado en diferentes niveles educativos, actualmente es profesora en la Licenciatura en Composición Musical en la Universidad Nacional de Villa María. Su principal actividad musical es la desarrollada con Eduardo Allende en el grupo "La Chicharra", con el que lleva editados cuatro discos de canciones para niños.

Trabajó en televisión y en programas radiales dedicados a los más pequeños. Actualmente conduce "Me extraña araña" junto a Pate Palero por Radio Nacional Córdoba, los sábados de 12 a 13 hs.

Es miembra activa de MOMUSI (Movimiento de Música Infantil), del Movimiento Latinoamericano y del Caribe de la Canción Infantil y de FLADEM (Foro Latinoamericano de la Educación Musical).



Prensa:

pate palero 0351-155227732

www.latitudsurmusica.com

www.revistaparachicos.com.ar

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Antônio Nóbrega faz show em BH



Acontece hoje, dia 26/06/2008, às 22h10, na Pça da Estação, a abertura do festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte, com o show de Antônio Nóbrega.

Nascido no Recife, Pernambucano, em 1952, violinista desde criança no final dos anos 60 participava da Orquestra de Câmara da Paraíba e da Orquestra Sinfônica do Recife quando convidado por Ariano Suassuna passou a integrar, como instrumentista e compositor o Quinteto Armorial - o mais importante grupo a criar uma música de câmara erudita brasileira de raízes populares.

A partir de 76 começa a desenvolver um estilo próprio de concepção em artes cênicas, dança e música, apresentado a partir de então os espetáculos “A Bandeira do Divino”, “A Arte da Cantoria”, “Maracatu Misterioso”, “Mateus Presepeiro”, “O Reino do Meio Dia”, “Figural”, “Brincante”, “Segundas Histórias” e “Na Pancada do Ganzá” com grande sucesso no Brasil e exterior, com prêmios como “Shell”, “APCA” e “Mambembe”.

Em 1997, lança o espetáculo, acompanhado do CD homônimo, “Madeira Que Cupim Não Rói” viajando pelas capitais brasileiras.Em 98 lança o espetáculo “Pernambuco falando para o Mundo” novamente acompanhado de CD. No ano de 1999, participa do Festival D’Avignon (França) com o espetáculo “Pernambouc” preparado especialmente para o público francês.

Em 2000, estréia em Lisboa “o Marco do Meio Dia”, espetáculo produzido sob os auspícios da primeira Comissão Nacional para as Comemorações do V Centenário do Descobrimento do Brasil, com o qual se apresentou em Paris, Hannover e em várias cidades brasileiras.

O ano de 2002 é marcado pela estréia do espetáculo “Lunário Perpétuo” e pelo lançamento do CD homônimo.Juntamente com Rosane Almeida idealizou e dirige o espaço cultural Teatro e Escola Brincante, em São Paulo.


O Serelepe vai estar por lá, na Pça da Estação, no meio da multidão!

Estas informações foram retiradas do site oficial do músico, cujo endereço é: http://www.antonionobrega.com.br.

NÃO PERCAM!!! A ENTRADA É FRANCA!!!

Informações sobre o FIT, no blog: http://fitbh2008.blogspot.com. A programação é extensa e muito interessante. Vale a pena coferir também.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Divulgação: Julio Brum, diretamente do Uruguai


hola hermanos

felicitaciones por su trabajo
por favor difundan nuestro sitio:

www.papagayoazul.com

http://conlospajarospintados.blogspot.com/

http://elsecretodelayerbamate.blogspot.com/

un abrazo

julio



Para quem nunca ouviu falar, o uruguaio Julio Brum é professor e músico. Foi coordenador do 7º Encontro da Canção Infantil Latino-americana e Caribenha, que aconteceu em Montevidéu, em 2005. O seu grupo "Julio Brum con Los Pájaros Pintados" vira e mexe toca no Serelepe. Nesta foto, o grupo se apresentava no encerramento do 8º Encontro da Canção Infantil, que ocorreu no Chile, em outubro de 2007.

Acessem os sites deles!

sábado, 14 de junho de 2008

Tempo de Brincar no Programa Sr. Brasil



No último dia 10 de junho, a Companhia Tempo de Brincar (Sorocaba- SP) participou do programa Sr. Brasil, apresentado por Rolando Boldrin, na TV Cultura. A dupla é formada por Elaine Buzzato e Valter Silva. Ela é atriz e artista plástica. Ele, músico e compositor. Embora eles dediquem seu trabalho às crianças, os adultos também podem apreciar sua música e contação de histórias. Tempo de Brincar é uma companhia que valoriza a música regional e a cultura popular.

Em 2007 o Serelepe pode presenciar uma belíssima apresentação do Tempo de Brincar, no concerto de encerramento do 8º Encontro da Canção Infantil Latino-americana e Caribenha, que ocorreu no Chile. (Emoutros posts desse blog você pode encontrar mais informações sobre eles).

Clique na imagem abaixo para ler as informações e fotos sobre este programa, que será reexibido no dia 15/06/2008, pela TV Cultura. Mais informações sobre o Sr. Brasil no site: http://www.rolandoboldrin.com.br.

Para informações sobre o tempo de Brincar, acessem: http://www.tempodebrincar.com.br.


quinta-feira, 12 de junho de 2008

Em agosto: 6º Encontro Nacional da Canção Infantil - ARGENTINA


Acontece no próximo mês de agosto, entre os dias 14 e 18, o 6º Encontro Nacional da Canção Infantil, da Argentina. O encontro vai acontecer na cidade de Trelew, na região da patagônia. Oficinas, mesas redondas e recitais fazem parte da programação.

Em breve, mais informações!

quinta-feira, 5 de junho de 2008

CD Infantil ganhador do Prêmio Tim




Uma das categorias especiais do Prêmio TIM de Música é DISCO INFANTIL. O CD ganhador dete ano se chama "Por que?", de Rita Rameh e Luiz Waack.

De acordo com o site da gravadora Tratore, “Por Quê?” é o CD infantil de estréia da compositora Rita Rameh, produzido em parceria com o violonista, guitarrista e arranjador Luiz Waack. Os temas das músicas abordam o cotidiano do aprendizado de crianças através de diferentes gêneros musicais passando por samba, rock, balada, guarania e blues. Esse trabalho conta com a participação especial dos cantores Alzira Espíndola, André Abujamra, Cris Aflalo, Gigante Brazil, Iara Rennó, Jerry Espíndola, Mauricio Pereira e Sergio Espíndola, além de instrumentistas de primeira linha.Diversão para todas as idades.

O Serelepe ainda não conhece o álbum, mas já estamos de olho nessa produção. Esperamos que seja um trabalho de interesse para os nossos ouvintes!

Fica então, a dica. Procurem o álbum!

O site da Tratore é: http://www.tratore.com.br.

O Site do Prêmio Tim é http://www.premiotimdemusica2008.com.br/home. O homenageado deste ano é Dominguinhos e, por isso, o site tem a cara e o som de uma sanfona. Muito legal!

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Dica Serelepe: Show Márcio Coelho e Ana Favaretto!


www.curuminzada.hpg.com.br


Infelizmente, nós do Serelepe moramos um pouco longe do Márcio e da Ana, mas quando der, prometemos que vamos ao show!

terça-feira, 20 de maio de 2008

Clipping: A criança e o adolescente na mídia de MG



Terça-feira, 20 de maio de 2008, nº 1.627

MEC investe R$ 120 milhões para a educação em Minas

Foi anunciado ontem, 19, em Brasília, o anúncio das cidades incluídas na lista de prioridades do Governo Federal. Minas Gerais lidera o ranking e terá investimentos para a construção de escolas infantis e a compra de novos ônibus para o transporte dos alunos. Ao todo, 177 localidades mineiras de todas as regiões do estado vão dividir mais de R$ 120 milhões do Ministério da Educação (MEC). O recurso é destinado a dois programas da rede pública de ensino: o Pró-infância, voltado para inclusão de crianças de até 5 anos e 11 meses em creches e pré-escolas, e o Caminho da Escola, destinado a comprar veículos para atender alunos que moram na zona rural. Com o investimento, devem ser criadas cerca de 15 mil vagas de Educação Infantil no estado. Além dos recursos financeiros – cerca de 700 mil por instituição – as cidades beneficiadas vão receber do MEC o projeto arquitetônico e apoio técnico para elaborar o plano pedagógico. Mas, para garantir o dinheiro, os municípios devem atender a requisitos, como destinar um terreno para a construção da unidade de ensino e comprovar a demanda de alunos. Até a semana passada, 46 localidades ainda estavam em débito com a documentação necessária. Em Belo Horizonte, que ficou de fora da lista de cidades beneficiadas, 20 mil crianças de seis anos, esperam vagas nas 221 unidades mantidas pela Prefeitura. (Estado de Minas, p.25 – Glória Tupinambás, 20/05/08)

Licença-maternidade é ampliada em Governador Valadares

Governadora Valadares – Foi sancionada na última quarta-feira, 14, a Lei Complementar 115, de 7/05/08, que determina o aumento do prazo da licença-maternidade, no município, para seis meses. A prefeitura, responsável pela sanção, explicou que para as mulheres que já se encontram em licença, a prorrogação poderá ser requerida. O prefeito José Bonifácio Mourão explicou que durante o prazo de ampliação, a servidora não poderá exercer atividades remuneradas e a criança não poderá ser mantida em creches ou qualquer organização similar. (Diário do Rio Doce, p.3A – Ana Paula Teixeira, 14/05/08)

Bienal do Livro aposta no público infantil

Acontece até o próximo domingo, 25, a Bienal do Livro de Minas Gerais. A feira aposta no público infantil e investe em atrações que incluem desde brincadeiras até a criação coletiva de histórias. Centenas de crianças, de diversas escolas da capital e de algumas cidades do interior, receberam todas as atenções por parte dos expositores durante a manhã de ontem. Dentre os visitantes está Rafaela Fernandes, 10 anos, que afirma ter aprendido a importância dos livros para a vida. “Estou achando muito legal, já olhei muitos livros e quero ler vários”, pontuou. Para a professora Aretuza Soares, as opções são boas e o espaço é tranqüilo. “Os estandes são amplos e podemos acompanhar tudo com os alunos, que adoraram a experiência de ter um contato direto com a literatura”, afirmou. A feira acontece no Expominas, na Av. Amazonas, 6.030, Gameleira. Os ingressos são vendidos a R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia) para estudantes e maiores de 60 anos. O horário de visitação vai de 9h às 22h nos dias de semana e, no fim-de-semana de 10h às 22h. Mais informações no site www.bienaldolivrominas.com.br ou pelo telefone (31) 2535-5257. (Estado de Minas, p.6 – Carlos Herculano Lopes, 20/05/08)

Uso de celular na gravidez aumenta chance de filhos com hiperatividade

Estudo realizado pelas Universidades da Califórnia, em Los Angeles (EUA) e de Aarhus, na Dinamarca, constatou que mulheres grávidas que usam telefone celular podem ter 54% mais chances de terem filhos com problemas de comportamento. A pesquisa observou que filhos de mães que usavam essa tecnologia pelo menos duas ou três vezes ao dia durante a gravidez estavam mais propensos a ter hiperatividade e dificuldades para lidar com emoções e relacionamentos ao chegar à idade escolar. O trabalho constatou ainda que crianças que usam o celular antes dos 7 anos de idade chegam a ter até 80% mais de chances de ter problemas de comportamento. (O Tempo, p.16, 20/05/08)

Belo Horizonte ganha mais vagas para regime de semiliberdade

Foi inaugurado ontem, 19, no Bairro Santa Tereza, Região Leste de Belo Horizonte, o Centro de Encaminhamento para Semiliberdade. O local tem capacidade para atender 25 adolescentes do sexo masculino que cometeram infrações leves e têm direito a cumprir a medida socioeducativa em regime semi-aberto. Segundo o chefe de gabinete da Superintendência de Atendimento à Medidas Socioeducativas da Secretaria de Defesa Social (SEDs), Alderico Carvalho, outros 29 adolescentes aguardam vagas nos centros de internação para cumprir pena em semiliberdade. No estado, há um déficit de 200 vagas de internação. A SEDs pretende abrir mais 85 vagas de semiliberdade na Grande Belo Horizonte até o fim do ano. Além de Minas, apenas o Paraná possui uma política de semiliberdade para jovens infratores. (O Tempo, p.29 – Eugênio Martins, 20/05/08)

Clipping realizado pelo Ofin]cina de Imagens e Rede Andi Brasil.

Equipe
Rachel Costa
Eliziane Lara
Gustavo Krawser
Jeniffer Evangelista
Luana Borges
Luciano Dias
Mariângela Camargos
Paulo Henrique Marques
Tábata Barbosa

"Oficina de Imagens"

Imagem retirada do site:
http://www.sed.sc.gov.br/educ_infantil/imagens/criancas1.jpg.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Divulgação


Foto: Elaine Buzatto, do Tempo de Brincar, em show em Valparaíso, no Chile. Outubro de 2007.


Olá amigos
visitem nosso novo sítio eletrônico:
www.tempodebrincar.com.br
e divirtam-se com os clipes das nossas canções e histórias!

um grande abraço,

Elaine Buzato e Valter Silva
Cia Tempo de Brincar
Sorocaba. São Paulo - Brasil

domingo, 27 de abril de 2008

Dica: Documentário "A pessoa é para o que nasce"



Quem ouviu o Serelepe no dia 27 de abril pode conferir, dentre outras coisas, algumas músicas que são trilhas sonoras de desenhos e filmes. Uma delas é do documentário A pessoa é para o que nasce, de Roberto Berliner.

O filme conta a triste história de três irmãs cegas que sobrevivem pedindo esmolas e tocando ganzá nas ruas do nordeste. Por causa do próprio filme, as irmãs vivem um momento de "celebridades", o que, no entanto, não será definitivo.

Fica a dica para os nossos ouvintes.

O site oficial do filme é: http://www.apessoa.com.br/

sábado, 19 de abril de 2008

Unicef lança o projeto “educomunicação”

Um projeto lançado na última terça-feira, 8, em São Paulo, prevê investimentos de R$ 1,75 milhão para instituições escolhidas em cinco capitais brasileiras pelo Unicef Brasil. Duas escolas serão beneficiadas em cada capital, abrigando projetos focados em educação e comunicação para jovens brasileiros. O objetivo é promover a comunicação nas escolas e nas comunidades em que estão inseridas, com a participação dos alunos. A maior parte do dinheiro vai custear a infra-estrutura tecnológica como computadores, softwares e internet. A ONG Oficina de Imagens terá a tarefa de escolher as escolas belo-horizontinas que serão beneficiadas pelo projeto. Segundo a consultora de Projetos Sociais da ONG, Elizabeth Vieira Gomes, o mapeamento e diagnóstico será elaborado junto às Escolas Municipais antes da seleção. Já o coordenador do Projeto Cidadania dos Adolescentes, do Unicef, Mário Volpi, ressalta que a eficiência da iniciativa será medida pela participação dos pais e moradores na região onde a escola está situada, por meio de monitoramento trimestral do rendimento escolar do aluno e com base nos resultados em outros testes como o Prova Brasil e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). (Hoje em Dia, p. 05 – Nalu Saad, 14/04/08)

Retirado do Clipping: A criança e o adolescente na mídia de MG, realizado pelo Oficina de Imagens e pela Rede Andi Brasil. Segunda-feira, 14 de abril de 2008, nº 1.604. Equipe: Rachel Costa, Eliziane Lara, Gustavo Krawser, Jeniffer Evangelista, Luana Borges, Luciano Dias, Mariângela Camargos , Paulo Henrique Marques e Tábata Barbosa.

terça-feira, 15 de abril de 2008

Serelepe indica

Cecília Cavalieri lança livro com método original de ensino de música para crianças

Janaina Cunha Melo

EM Cultura 15/04/2008

Foto: Eduardo Ferraz/Divulgação



A pesquisadora Cecília Cavalieri França usa criatividade para estimular interesse pela música.

A pesquisadora Cecília Cavalieri França lança o livro Para fazer música terça (dia 15) à noite, na Leitura do Pátio Savassi. O trabalho, resultado de 25 anos dedicados à musicalização infantil, propõe novo método para o ensino de música nas escolas e é voltado para estudantes entre 7 e 9 anos. Escrito sob orientação do professor inglês Keith Swanwick, o livro propõe integração entre a escuta e a performance, visando ao desenvolvimento da compreensão musical de forma organizada e criativa. Mais que formar instrumentistas, o método quer fazer da matéria instrumento de formação humanística sensível, atenta à diversidade de sons, cores e formas de apreciar a realidade.


Ph.D em Educação Musical pela London University, a professora da Escola de Música da UFMG conta que Para fazer música está entre os cinco títulos que representam a instituição na Mostra do Livro Universitário da América Latina e o Caribe, em junho deste ano, na Colômbia. “Nem ocorreu o lançamento e o trabalho já tem projeção internacional. É uma conquista importante para ficamos mais perto de ter de volta o ensino da música nas escolas”, diz. Ela defende o Projeto de Lei 330/2006, que prevê a volta da obrigatoriedade desta matéria no currículo escolar. Mas Cecília Cavalieri lembra que existem novos desafios a serem superados. Entre eles, a capacitação do corpo docente para lidar com tema específico, e a reflexão sobre o tipo de abordagem a ser feita com os alunos.


“Não procuro ensinar só teoria musical e os aspectos técnicos dos sons, como grave e agudo, longo ou curto. A intenção é principalmente usar essas informações de forma organizada, que favoreça uma maneira expressiva de comunicação”, explica a pesquisadora. O livro, que ensina notação musical, ritmos e outros elementos, tem caráter multidiscplinar e interage com disciplinas como história, geografia, literatura, matemática, e artes em geral. E ainda oferece à criança meios para descobrir os sons por meio do corpo, da voz e de instrumentos de fabricação própria, caseira. “A música são muitas, não ocorre num vazio estético. Ao contrário, ocorre permeada por várias situações. Por isso o livro tem tantas provocações visuais, que instigam a criança”, diz.


Gosto crítico Cecília Cavalieri observa que são muitas as variáveis para a iniciação musical em idade infantil, e que a abordagem proposta pelo livro não é fonte única para o ensino, mas se empenha para que o método seja difundido com amplitude. O trabalho está sendo adotado por escolas da rede pública e particular, com bons resultados. “As crianças se envolvem e desenvolvem gosto crítico. Podem não crescer com intenção de se tornar um profissional desta área, mas, com certeza, serão mais sensíveis nas suas profissões e se tornarão público mais exigente”, diz. Todas as ferramentas de Para fazer música foram testadas previamente, segundo lembra a autora.


Para demonstração da eficácia do método, ela inicia série de oficinas da partir deste mês, quando começa a percorrer as escolas para trabalho com professores e alunos. Até novembro, ela também oferece oficinas gratuitas na Escola de Música da UFMG para professores. No lançamento, terça (dia 15), ela adianta que serão realizadas várias atividades com as crianças, incluindo construção de instrumentos e outras surpresas.


PARA FAZER MÚSICA - Leitura do Pátio Savassi, Av. do Contorno, 6.061, Savassi. Terça (dia 15), 19h30. Entrada franca.


Para quem não sabe, neste livro há um composição do integrante do Serelepe Gabriel Murilo. Muito legal!

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Divulgação: Los Tinguiritas

O grupo argentino Los Tinguiritas
apresentando-se em Valparaíso, no Chile. Out/ 2007.


HOLA AMIGOS!!


Queremos contarles que tenemos un nuevo espacio (virtual, por supuesto) de fácil acceso, donde pueden escuchar algunas canciones, ver fotos de viajes y de los espectáculos, y conocer un poco más sobre nuestro hacer...

Esperamos que lo disfruten... y si les gusta compartanlo con sus amigos, y sino...también.

Va un abrazo para todos!!


LOS TINGUIRITAS
Jugando con Arte

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Notícia: Música pode se tornar disciplina obrigatória em escolas


PL que obriga disciplina de Música nas escolas pode ser votada em 30 dias
(09/04/2008 - 16:42)


Senadores e músicos de renome nacional, como Daniela Mercury e Roberto Frejat, tiveram uma audiência com o presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, João Matos (PMDB), para pedir apoio e urgência para colocar na pauta, projeto de lei que torna obrigatório o ensino da música na educação básica. João Matos assegurou que tão logo o relator da matéria, deputado Frank Aguiar, receba e faça o seu parecer colocará o PL 2732/2008 em votação. A previsão é de que entre na pauta, em no máximo, 30 dias.


O projeto (PLS 330/06), de autoria da senadora Roseana Sarney (PMDB-MA), foi aprovado no ano passado, por unanimidade e em decisão terminativa, na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) e se encontra na fase de emendas na Comissão de Educação e Cultura da Câmara. Em seguida, o relator Frank Aguiar, dá o seu parecer e o PL 2732/2008 vai para votação. Se aprovado, sem qualquer alteração, vai para sanção presidencial.


Para a cantora Daniela Mercury, é necessário o retorno desta disciplina, que foi retirada das escolas em 1971, pois o Brasil é um país musical e as crianças e adolescentes terão mais afeto pelo país e por si mesmo. “Garanto que diminuirão as repetências e serviremos de exemplo para outros países”, ressaltou. Frejat tem a mesma opinião e entende que a educação musical é fundamental dentro da escola. “Como fazer isso?”, indaga. O cantor assinala que pessoas especializadas devem ministrar as aulas e que, com a aprovação, a idéia é de se preparar um bom currículo para a disciplina surtir efeito.


A música de qualidade é considerada fator importante para a formação da criança, bem como ajuda na formação psicológica delas, destaca o presidente João Matos. Este Projeto recebeu também o apoio do Ministro da Educação, Fernando Haddad, que os recebeu no início da tarde desta terça-feira.


Estiveram presentes na audiência, a presidente da Internacional Society for Music Education, Liane Hentschke, que atua em 80 países; o coordenador do Grupo de Articulação Parlamentar Pró-Música, Felipe Radicetti e Cristina Saraiva, presidente da Associação Brasileira de Música Independente, Carlos de Andrade, presidente do Sindicato dos Músicos do Rio de Janeiro, Débora Cheyne; a maestrina da Orquestra Sinfônica Nacional – OSN-UFF, Lígia Amadio; Juca Novaes, da banda Trovadores Urbanos, Bruno Prieto, da Banda Mascavo.


Comissão de Educação e Cultura da Câmara.


Estas informações estão circulando pela internet.

Colaborou para este post: Gabriel Murilo.

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Convite

TARACATÁ
PARA CHICOS Y GRANDES DE CUALQUIER EDAD
con Julio Calvo


¡Venite al Auditorio de Radio Nacional!

Hola muchachada , comenzamos el sábado 5 de abril en radio nueva
queremos invitarlos a hacer el programa con nosotros .
Están todos invitados ,grandes chicos y medianos,a cantar , jugar e inventar historias y canciones en vivo todos juntos y para todo el país

Para hacer juntos … la Radio Pública

Auditorio de Radio Nacional – Maipú 555 – sábados de 15 a 16 hs
http://www.radionacional.gov.ar/

TARACATÁ
UN VIAJE DESDE LA DIVERSIDAD A LA IDENTIDAD

PREMIO PREGONERO 2006 AL PERIODISMO RADIAL
***
Para os que não estão lembrados, Julio Calvo é um dos integrantes do grupo argentino Los Musiqueros. O Serelepe recomenda vivamente a escuta do Programa Taracatá e também do grupo!
Só uma curiosidade: a palavra "taracatá" foi inspirada no repique dos tambores. Aquela viradinha no final é que soa assim: "taracatá!".

segunda-feira, 31 de março de 2008

Crianças desfilarão no Dia da Luta Antimanicomial

Menino Maluquinho é tema da ala das crianças no desfile
do Dia da Luta Antimanicomial

No próximo dia 18 de maio, Belo Horizonte será palco para várias manifestações voltadas ao Dia da Luta Antimanicomial, data especial na qual reafirma-se a luta “por uma sociedade sem manicômios”. Com o tema MINAS FAZ DA LUTA PELA LIBERDADE SUA DIFERENÇA, o movimento da luta antimanicomial mineiro, através da Escola da Samba "Liberdade, Ainda que Tan Tan" (cujo nome faz um trocadilho com os dizerem da bandeira mineira), levará às ruaspara as ruas do centro de Belo Horizonte alegria, irreverência, delicadezas e beleza, mas sobretudo intervir e politizar a discussão sobre a relação entre sociedade e loucura, sobre a igualdade de direitos e acesso e propor juntamente com outros movimentos de luta “um outro mundo possível e necessário”.

Os quase 3 mil participantes vão se organizar nas 6 alas que vão tratar da poesia e a loucura nas obras de Guimarães Rosa, Carlos Drumond, Fernando Sabino e outros mineiros que trataram, de modo bastante particular, da experiência humana da loucura.

Um dos "carros-chefe" do desfile de 2008 será a 3ª ala da escola, composta somente por crianças. O autor homenageado será Ziraldo, com seu livro O menino Maluquinho. O menino da obra, apelidado de maluquinho era uma criança dessas bem peraltas, que gostava de inventar coisas, de uma energia e de uma “levadez” que lhe garantiram o apelido. Ziraldo faz uma belíssima reflexão, de maneira poética sobre a “maluquez” deste garoto. Conclui que o menino maluquinho tinha sido na verdade uma criança feliz.

No mundo contemporâneo, onde o saber medicalizante quer entrar em todas as esferas de nossas vidas, as crianças passam de “maluquinhos felizes” a “hiperativos medicados”. A psicologização da infância, a obsessão em se distribuir diagnósticos, a medicar indiscriminadamente, a desautorização impostas aos pais, que aprendem a criar seus filhos ouvindo o último doutor de plantão, que na TV, nos dita o modo de criar nossas crianças.

A idéia desta ala é ser uma ode, uma exaltação à infância, à sua beleza, ao inusitado da criação infantil. Valorizar os espaços de ser criança, que num mundo cada vez mais adultizado, tem se tornado cada vez mais raro.

No próximo dia 12 de abril, o Centro Cultural Parque Lagoa do Nado receberá o concurso para o samba enredo e para a rainha da bateria de 2008. Participe! A seleção ocorrerá entre 10h e 14hs.

Colaborou para este post: Eliana Moraes.